Alcachofra, seus mistérios e sabores

A alcachofra é uma planta comestível em forma de flor pouco conhecida. Os italianos trazem consigo esta receita. Para mim, representa muito da minha infância em Bento Gonçalves. Toda a família sentava ao redor da mesa e ia desfolhando a alcachofra, colocando a polpa da pétala entre os dentes e tirando dali um sabor incrível. Alguns gostam de mergulhar em um molhinho de vinagre, azeite e sal. Mas a melhor parte é o final, o fundo da alcachofra, que a gente come de garfo e faca, bem devagarinho para guardar o sabor por mais tempo na boca.

Vinda da região mediterrânea, chegou ao Brasil pelos imigrantes italianos, rica em polifenóis, fibras e sais minerais, e cerca de 60 calorias.

Como benefícios, podemos destacar:

Auxilia na função hepática

Reduz o colesterol

Auxilia na digestão

Pode baixar a glicemia

Auxilia na redução de peso

Como preparar:

As alcachofras podem ser cozidas, assadas ou grelhadas, mas também podemos fazer excelentes pratos com elas recheadas ou empanadas.  Como salada, canapés ou mesmo como acompanhamento de carnes, aves e peixes fica excelente.

RECEITINHA DO DIA: RISOTO DE ALCACHOFRA

Ingredientes

4 corações de alcachofra

1 cebola picada

1 xícara de arroz arbóreo

2 colheres de azeite de oliva

1 pitada de sal

1 pitada de pimenta do reino

3 colheres de manteiga

3 colheres de vinho branco seco

1/2 litro de caldo de legumes

1 xícara de queijo grana padano

Modo de Preparo

Cozinhe as alcachofras e retire o fundo delas. Corte em quatro e refogue a cebola e as alcachofras no azeite.

Coloque então o arroz, junte o vinho até secar.

Adicione aos poucos o caldo de legumes e  e o sal, cozinhando até que o arroz fique macio.

Adicione então a manteiga e o queijo, retire do fogo e sirva com a pimenta do reino moída na hora e queijo parmesão ralado.

Bom Apetite! Bon Appétit! Buon Appetito! Enjoy Your Food!

MARLISE POTRICK STEFANI 

NUTRIÇÃO | GERIATRIA | COACHING | QUALIDADE DE VIDA | GASTRONOMIA

Pêssego, você conhece os seus benefícios?🍑

Em novembro começa a safra de uma fruta suculenta e cheia de sabor. De casca aveludada, se destaca das demais frutas e pode ser muito saudável.

O pêssego é rico em fibras, bom para o funcionamento do intestino. Contém minerais como fósforo, magnésio, manganês, cobre, iodo e ferro. Encontra-se também carboidratos, proteínas, vitaminas A, C e do complexo B.

Benefícios do Pêssego

  • Rico em selênio e betacaroteno, é fonte de antioxidantes.
  • Rico em vitamina A, ajuda a manter a pele saudável.
  • Rico em líquidos em sua composição, tem efeito diurético.
  • Rico em fibras, melhora o funcionamento do aparelho digestivo.

Ao comprá-lo, prefira os frutos de casca firme, porém não dura. Em geladeira, são conservados por uma a duas semanas. Pode ser consumido in natura e utilizado no preparo de sucos, geléias e doces. E a receitinha da semana vai para um belo frozen de pêssego, uma receita refrescante e energética para o seu lanche, bem fácil de fazer.

Frozen de Pêssego

Ingredientes:

  • 1 pote de iogurte grego natural 
  • 4 pêssegos sem caroço congelados 
  • 2 damascos
  • 1 colher (sopa) de suco de limão
  • 1 colher (sopa) de açúcar demerara ou 1 envelope de sucralose
  • 1 colher (sopa) de mel

Modo de fazer:

  1. Higienizar os pêssegos, descascar, retirar o caroço, cortar em quatro e congelar
  2. Bater os pêssegos e os damascos no liquidificador ou processador.
  3. Acrescentar o iogurte e o limão, a sucralose e o mel batendo até obter um creme homogêneo.
  4. Colocar em potinhos ou em um pote com tampa e leve ao congelador. 
  5. Deixe descongelar um pouquinho antes de servir.

Bom Apetite! Bon Appétit! Buon Appetito! Enjoy Your Food!

MARLISE POTRICK STEFANI 

NUTRIÇÃO | GERIATRIA | COACHING | QUALIDADE DE VIDA | GASTRONOMIA

Manteiga ou Margarina?

Iniciar o dia com um pão com manteiga ou margarina faz parte da rotina de milhares de brasileiros. São dois alimentos que possuem sabor e textura semelhantes, e são muito utilizados para consumir com pães ou mesmo participar de outras receitas. 

Mas são muitas as diferenças que os distinguem, a começar pela origem: enquanto um possui origem animal, vem do leite da vaca, o outro é proveniente de gorduras vegetais industrializadas.

Para fazer a sua escolha, é importante conhecer as características de cada uma, a manteiga é  produzida por meio do batimento do creme de leite, que é a nata do leite, a manteiga é um alimento rico em gorduras saturadas e colesterol. Já a margarina é obtida a partir de óleos vegetais que são ricos em gorduras insaturadas. No processo de produção da margarina são utilizadas altas temperaturas que modificam as estruturas moleculares, transformando a gordura insaturada em parcialmente saturada e trans, chamadas de hidrogenadas. Sendo assim, o consumo de margarina resultante desse processo tradicional de produção também pode aumentar os níveis de colesterol, triglicerídeos e diminuir o HDL, que é o bom colesterol.

O consumo exagerado de qualquer uma das duas é prejudicial ao organismo.

Quanto a calorias, as duas possuem valores calóricos semelhantes e altos, uma colher de sopa da manteiga tem 148 calorias e uma de margarina tem 118 calorias. 

Mas nem só de calorias podem ser feitas nossas escolhas, ambos os alimentos são compostos basicamente por gorduras, será que realmente precisamos de tanta gordura no nosso dia-a-dia?

Para fugir destas gorduras e manter o seu café ou lanche saudáveis, use opções mais leves como a ricota, o cream cheese light, o queijo cottage e o frescal. Esses quatro alimentos apresentam valor calórico reduzido, teores mais baixos de gorduras e oferecem maiores quantidades de cálcio e proteínas. O creme de ricota, por exemplo, possui apenas 67 calorias por colher de sopa e o light apenas 43 calorias.

Escolhas saudáveis e moderação sempre deverão ser a sua prioridade para ter uma vida mais longa e feliz!

Bom Apetite! Bon Appétit! Buon Appetito! Enjoy Your Food!

MARLISE POTRICK STEFANI 

NUTRIÇÃO | GERIATRIA | COACHING | QUALIDADE DE VIDA | GASTRONOMIA