COMO FAZER DO CHOCOLATE SEU AMIGO NESTE INVERNO?

Sim, no inverno o consumo de chocolates aumenta, e muito…

O chocolate está muito associado a emoção, para combater a sensação de tristeza e depressão comuns no inverno, as pessoas aumentam o consumo de chocolate, uma vez que ele pode estimular a produção de serotonina, e liberação das endorfinas, diminuindo a sensação de ansiedade e desânimo.

Também o chocolate é extremamente energético, o que auxilia na manutenção da temperatura corporal nos meses frios.

O chocolate como bebida, quente ou fria, com certeza aquece nossa pele e nossa alma. É uma bebida apreciada entre todas as populações, e nos faz lembrar nossa infância.

Derreter barras de chocolate nos oferece um sabor aveludado que acaricia nossas papilas gustativas. A receitinha abaixo fica com cerca de 300 calorias ( as receitas originais, com chantilly e outros complementos passam de 1000 calorias rapidinho…).

Chocolate quente saudável

Ingredientes

1 xicara de chá de leite desnatado
1 colher de sobremesa de cacau 100% em pó
1/2 colher de chá de adoçante stevia ou ½ colher de sobremesa de açúcar mascavo
1 pedaço de canela em pau
Raspinhas de gengibre e de casca de laranja
½ colher de cafezinho de canela em pó
1/2 colher de chá de amido de milho
30 gramas de chocolate meio amargo picado

Modo de Preparo

Em uma panela, coloque todos os ingredientes, o  leite, o chocolate, o açúcar mascavo, o cacau. Ao levantar a fervura, diluir o amido de milho em um pouco de água e adicionar à bebida, mexendo sempre até obter uma consistência cremosa.  No final adicionar as raspas de gengibre, casca de laranja e a canela em casca.   Colocar em uma xícara e polvilhar com a canela em pó e um pouquinho de cacau. Pode ser colocado também o aniz estrelado para dar mais aroma. Este chocolate quente dá muita energia e o gengibre, a casca da laranja e a canela como termogênicos ajudam a acelerar a circulação sanguínea e a aquecer os seus dias.

E para comer quando der vontade de uma coisinha doce para aquecer? Você pode derreter o chocolate meio amargo e mergulhar metade das frutas neste chocolate, com o auxílio de um palito, deixar a crostinha endurecer e comer como lanche. As frutas podem ser: morangos, uvas, damascos, ameixas, uvas passas, entre outras. Acredite, fica uma delícia! E o melhor, com baixas calorias…

MARLISE POTRICK STEFANI 

NUTRIÇÃO | GERIATRIA | COACHING | 

QUALIDADE DE VIDA | GASTRONOMIA

CHOCOLATE, VERDADES E MITOS SOBRE ESTE MARAVILHOSO ALIMENTO

Composto essencialmente por açúcares e gorduras, não tem como negar que é um alimento rico em calorias e que pode engordar quando consumido em excesso.

No entanto, o chocolate é um alimento muito procurado na alimentação do atleta e mesmo na alimentação infantil, pelo seu alto valor calórico e pelo seu sabor agradável.

O chocolate pode viciar, principalmente as mulheres, que fazem verdadeiros sacrifícios para comer uma barrinha de chocolate, substituindo às vezes um almoço ou jantar.

A feniletamina, substância liberada pelo cérebro quando as pessoas apaixonam-se, compõe também o famoso chocolate, por isto as pessoas solitárias encontram no chocolate um companheiro inseparável.

Também a teobromina, substância contida no cacau pode causar uma certa dependência ao alimento.

Como outros carboidratos, os aminoácidos do chocolate fazem o cérebro liberar mais hormônios, além de saciar o apetite e a ansiedade.

Como podemos perceber, o chocolate é um alimento apaixonante, pode e deve ser comido por indivíduos de qualquer idade, mas a moderação é fundamental, principalmente nesta época de Páscoa, quando a tradição nos obriga a oferecer o chocolate como forma de carinho ou de amizade.

O importante é não tornar-se “chocólatra”. O vício começa quando o doce vira até mesmo um consolo ou prazer nos momentos de tristeza e ansiedade, e nem mesmo dois bombons saciam, é como se o organismo precisasse da caixa inteira, e quando finda fica um sentimento de remorso e alguns quilinhos a mais na balança. Isto é o que chamamos de compulsão e para o bem de sua saúde, deve ser evitada.

Pessoas que tem restrição calórica ou de gorduras devem evitá-lo nesta Páscoa, substituir por chocolates dietéticos nem sempre resolve, pois o valor calórico é reduzido graças a redução de açúcares e não de gorduras e pode ser prejudicial.

O chocolate é um alimento que deve ser consumido antes de horários em que tenhamos um gasto calórico maior, como exercícios físicos ou caminhadas e nunca à noite em frente à televisão, pois todas as calorias ingeridas ficarão à disposição de nosso organismo e pela falta de atividade, depositar-se-ão em forma de reservas de gorduras, os indesejáveis “pneuzinhos“ que tanto queremos evitar. 

Às crianças cabe ressaltar que o chocolate, por ser rico em açucares, também pode ser causador de cáries e, por este motivo, após ingeri-lo, deve-se ter o cuidado de escovar bem os dentes.

A Páscoa deve ser lembrada com bombons e confraternização, aproveite esta data sem exageros. Se você está de dieta, coma seus bombons no domingo e evite consumi-los durante dias e dias, escondendo-os no armário ou na geladeira. Quanto às crianças, o exagero poderá levá-las a ter cólicas ou diarréias, portanto, todo cuidado é pouco.  Quanto aos adolescentes, o cuidados com erupções cutâneas, também chamadas de “espinhas”, é muito grande e o chocolate, sem dúvida acarretará em problemas cutâneos instantâneos. Moderação, sempre.

Qual o melhor chocolate? O puro, quanto mais puro, melhor, quanto menos açúcar, melhor. Chocolates puro cacau, 70%, 90%, sempre são mais saudáveis. É mais amargo, mas o paladar sempre é uma questão de hábito, devemos aprender a sentir o sabor do próprio alimento, não nos condimentos e aditivos que são colocados neles. 

Uma saborosa e nutritiva Páscoa para você!

DRA. MARLISE POTRICK STEFANI 

NUTRIÇÃO | GERIATRIA | COACHING | 

QUALIDADE DE VIDA | GASTRONOMIA

Inscreva-se no meu blog: http://www.nutrichefmarlisestefani.com

Assim, você terá todos os artigos e receitas catalogadas para quando quiser pesquisar. Aguardo você lá!

SOPAS, COM A CHEGADA DO FRIOZINHO VEM AS TEMPORADA DAS SOPAS, VOCÊ SABE FAZER UMA SOPA BEM LEVINHA?

As noites frias do outono e inverno nos trazem um apetite voltado a pratos mais quentes, e até mais calóricos.

Fuja desta armadilha, pense em calor, mas pense em baixas calorias e só uma sopa bem preparada pode aquecer sem nos fazer acumular aqueles pneuzinhos indesejáveis depois do inverno.

Mas até entre as sopas devemos cuidar, pois sopas com muitos carboidratos e gorduras podem ter mais calorias que um lanche.
Com as sopas, podemos  aumentar a ingestão de vegetais: verduras, cereais e legumes. Os alimentos vegetais são ricos em vitaminas e sais minerais (incluindo algumas que são antioxidantes e altamente benéficas para a saúde), contêm muito menos calorias por grama (motivo pelo qual  ajudam a controlar o peso), melhoram as funções intestinais (evitando obstipação, diverticulite, apendicite, câncer de cólon) e reduzem parcialmente a absorção de colesterol.

Devemos enriquecer as refeições em variedade sabor, e fornecer alimentos nutritivos e vitaminas antioxidantes (ajudando a boa saúde e a boa forma), podemos usar os vegetais sob a forma de sopa, acompanhada de torradinhas de  pães integrais (têm muita fibra), ou cereais integrais. Podemos também acompanhar os pratos de carnes com  verduras cozidas e refogadas, e ainda comer frutas como sobremesa

A sopa pode ser a refeição principal de um jantar ou pode ser uma leve entrada de um almoço mais energético. Sem dúvida, ela substitui em parte a diminuição na ingestão de saladas que temos no inverno em função de serem frias.

Para a preparação da sopa, não é necessário a colocação de gorduras, pelo contrário, o sabor de uma boa sopa está no modo de preparo.

Podemos usar sopas ou cremes preparados com vegetais e grãos ( ervilhas, lentilhas, grão-de-bico, aveia, feijão branco, etc.) Sopas de legumes enriquecidas com grãos são excelente opções para noites frias. Para aumentar o valor protéico da refeição, acompanhar com queijinho branco ou mesmo colocar carnes magras nestas sopas como frango.

Segue uma receitinha saudável de sopa, só de legumes e frango, sem carboidrato, que a torna bem levinha:

SOPA LIGHT DE LEGUMES

Nº de porções: 10

Calorias por prato: 68

1 cebola inteira

2 xícaras de moranga cabotiá cortada em cubos

2 cenouras cortada em cubos

1 abobrinha italiana cortada em cubinhos

1 chuchu cortado em cubos

1 xícara de vagem cortada em cubinhos

1 xícara de repolho cortado com tirinhas

1 peito de frango sem pele

1 bouquet garni ( cebolinha, aipo, salsinha amarrados em um ramalhete)

1 folha de louro

2L/2L de água

Sal

MODO DE PREPARO

  1. Aqueça a  água, coloque a cebola inteira, com um bouquet de ervas ( salsa cebolinha, aipo),sal e um pedaço de peito de frango, deixe cozinhar até formar o caldo. Depois , vá acrescentando os legumes, acrescente mais água, se necessário e deixe cozinhar.
  2. Para dar a consistência mais densa na sopa ou consomê, basta liquidificar os legumes com o caldo, acrescente tempero verde e bata de leve.
  3. Deixe cozinhar mais um pouco e sirva.

CONGELANDO: Em potes plásticos, 200ml por porção, depois de frio, etiquete, date e congele. Congele sempre em pequenas porções, ou seja, individuais de preferência, pois descongelam mais rapidamente.

Aqueça bem a sopa para voltar a consistência cremosa, acrescente água ao bloco congelado que pode ser levado direto ao fogo.

DESCONGELANDO: Direto do freezer para a panela com um pouco de água.

DRA. MARLISE POTRICK STEFANI

NUTRIÇÃO | GERIATRIA | COACHING |

QUALIDADE DE VIDA | GASTRONOMIA