Intoxicações Alimentares, livre-se deste fantasma de verão!

Nos períodos quentes do ano é muito comum as pessoas apresentarem sintomas de intoxicações por alimentos ingeridos.

Um dos motivos pode ser que as pessoas saem mais de casa, em férias, comem petiscos, ou, quem diria, intoxicam-se até com bebidas como a cerveja…

Seja qual for a causa, todo o cuidado é pouco.

Escolher bem os locais em que vai fazer uma refeição ou lanche é o primeiro passo. Ao chegar em um restaurante, observe a higiene do ambiente, do banheiro, dos atendentes e, principalmente verifique se o local tem boas práticas e responsável técnico. Se o restaurante permite a visão da cozinha já é um bom começo, aí você pode ver as condições em que está sendo preparada a sua refeição. O maior perigo está nas saladas, são higienizadas corretamente? São manipuladas separadamente de outros alimentos para evitar contaminação cruzada? Se você não tem certeza, não consuma saladas neste local.

Entre comprar um petisco na beira da praia ou levar o seu lanche de casa, fique sempre com a segunda opção, isto vai lhe poupar dor de cabeça, ou dor de barriga…

Bebidas? Sim, também são um problema. Se o local armazena de forma adequada ou se permite a circulação de pragas, podendo levar a leptospirose… Se o local higieniza o limão ou a laranja que vai colocar na sua bebida, se não fizerem isto adequadamente, peça sem, assim você evita intoxicações como coliformes. Às vezes, o próprio gelo é feito no local, nem sempre com água de boa qualidade e ele mesmo pode contaminar a sua bebida. Então, se não tiver certeza, é sempre bom pedir a sua bebida sem gelo e limão para garantir.

Buffets também são um grande problema. As saladas devem estar refrigeradas e os pratos quentes bem quentes, em lugares de pouca circulação, os alimentos podem ficar muito tempo em temperatura inadequada, podendo gerar desenvolvimento de bactérias. Já no restaurante a la carte o prato está sendo feito na horinha só para você, geralmente o risco é menor…

Churrasquinhos na beira da praia? Abra seu olho, leve as carnes refrigeradas, mantenha todos os alimentos refrigerados, não misture carnes com saladas e evite de reaproveitar ou reaquecer estes alimentos se eventualmente sobrarem…

Muitos são os riscos presentes nos alimentos, estes, que podem nos trazer tanto prazer e saúde, podem também estragar o seu veraneio!

MARLISE POTRICK STEFANI 

NUTRIÇÃO | GERIATRIA | COACHING | 

QUALIDADE DE VIDA | GASTRONOMIA