Você já fez sua escolha pela alimentação saudável?

Esta semana muito se falou em alimentação saudável, talvez pelos ataques ao nosso Guia Alimentar Brasileiro. Um modelo de nutrição e alimentação saudável lançado em 2014 e que tem feito a saúde de indivíduos e coletividade deste então.

“Prefira sempre alimentos in natura ou minimamente processados e preparações culinárias a alimentos ultraprocessados. A regra de ouro é: descasque mais e desembale menos”, diz o guia. Em outras palavras, prefira grãos, legumes, verduras e raízes a biscoitos industrializados, salgadinhos, iogurtes repletos de açúcar, macarrões instantâneos e refrigerantes.

Quem se ofende com isto? Apenas quem produz alimentos excessivamente industrializados!

No Guia, temos as 10 regrinhas de ouro que podem compor saúde a sua família:

10 dicas para uma alimentação saudável e adequada baseadas nas informações do guia:

  1. Faça dos alimentos in natura ou minimamente processados a base da alimentação;
  2. Utilize óleos, gorduras, sal e açúcar em pequenas quantidades;
  3. Limite o consumo de processados;
  4. Evite o consumo de ultraprocessados;
    (De acordo com a cartilha Alimentação Cardioprotetora, uma boa forma de identificar um alimento ultraprocessado é observar a lista de ingredientes na embalagem do produto. Em geral, se são descritos cinco ingredientes ou mais, o alimento é classificado como ultraprocessado, especialmente quando os ingredientes são basicamente formulações industriais ou com nomes desconhecidos.)
  5. Coma com regularidade e atenção, em ambientes apropriados, sempre que possível, com companhia;
  6. Faça compras em locais que ofertem variedades de alimentos in natura ou minimamente processados;
  7. Desenvolva, exercite e partilhe habilidades culinárias;
  8. Planeje o uso do tempo parar dar à alimentação o espaço que ela merece;
  9. Quando estiver fora de casa, dê preferência a locais que servem refeições feitas na hora;
  10. Seja crítico quanto a informações, orientações e mensagens sobre alimentação veiculadas em propagandas.
    DICA: Fique atento às informações em destaque na embalagem, como “zero açúcar”, “livre de gorduras trans”, “natural”, “caseiro”, “igual ao da vovó”, pois isso não significa que o produto é saudável.
    Fonte: Ministério da Saúde

Muito fácil, voltar a valorizar a comida de verdade, a comida local, o convívio familiar, impossível que isto tenha que ser discutido para favorecer interesses diversos. 

Faça sua escolha: VIVA MAIS E MELHOR!!!

MARLISE POTRICK STEFANI 

NUTRIÇÃO | GERIATRIA | COACHING | QUALIDADE DE VIDA | GASTRONOMIA

O arroz está caro, minha filha? Substitua.

Com o aumento do preço do arroz, muitas famílias pensam em como abastecer a mesa sem perder a energia e o prazer de um bom arroz com feijão.

Sabemos que o prato branco e preto é muito rico em vitaminas e sais minerais, além de proteínas e muito carboidrato.

Com o aumento exagerado dos preços, as pessoas podem sim buscar alternativas.

Tubérculos, grãos e farinhas podem ser um bom substituto em uma situação como esta.

Um bom prato de massa com feijão também alegra a garotada. 

Novas combinações são possíveis, experimente.

Mudar um hábito alimentar nem sempre é fácil, mas quem disse que 2020 tem sido fácil?

Grãos como trigo, soja, feijão, ervilha, lentilha podem ser utilizados em cozidos ou em sopas, aumentando o valor nutricional de suas refeições.

Farinhas de trigo, arroz, milho, mandioca, aveia podem servir para excelentes bolos e tortas salgadas. E acredite: são cheias de energia e sabor.

Raízes como aipim, beterraba, batata inglesa, batata-doce vem se somar a um prato delicadamente perfeito.

Não se desespere: arroz não é tudo, temos um mundo de opções para encher o seu prato.

RECEITINHA DA SEMANA

Macarrão Colorido

Ingredientes

* 1 cebola picada

* 1 col.(chá) de azeite de oliva

* ½ xíc. (chá) de ervilhas verdes congeladas

* ½ xíc. (chá) de milho verde 

* ½ xíc. de tomate cereja

* manjericão a gosto

* 3 col. (sopa) de requeijão light

* 3 xíc. (chá) de macarrão cozido

Prepare: em uma panela, doure a cebola no azeite e junte a ervilha, o milho e o tomate. Refogue por 5 minutos e adicione o manjericão. Adicione o macarrão com o requeijão e está pronto para servir!

MARLISE POTRICK STEFANI 

NUTRIÇÃO | GERIATRIA | COACHING | QUALIDADE DE VIDA | GASTRONOMIA

Por que você come tanto doce?

Muitas pessoas chegam ao consultório perguntando: Qual é o melhor adoçante? Qual é o melhor açúcar?

São tantas informações que estão no mercado que as pessoas ficam confusas. Minha resposta é sempre: nenhum.

O café tem que ter gosto de café, não de açúcar. O chá tem que ter gosto de chá. O suco tem que ter o gosto da fruta.

Ah, mas e se eu quiser fazer um doce? Aí podemos ver várias possibilidades:

Açúcar mascavo 

O açúcar mascavo é açúcar integral, o mais próximo do caldo original da cana, por isso, apresenta maiores níveis de cálcio, ferro e cobre que os demais açúcares. Pode ser usado em bolos, biscoitos e tortas.

Açúcar branco e refinado 

Esse açúcar apresenta cerca de 99,8% de sacarose, sendo o açúcar em sua forma mais refinada, contém poucos nutrientes, como fibras e minerais. Geralmente não é a melhor opção. 

Adoçantes industriais 

Há décadas atrás surgiu a sacarina, depois o aspartame, e depois tantos outros substitutos de açúcar prometem dar saber a sua vida. Mas junto com o sabor doce e poucas calorias, vem muitos malefícios a sua saúde. Muitos estudos apontam para a desregulação endócrina ou mesmo alterações neurológicas. Opções como a stevia ou a sucralose podem ser estudadas, mas sempre utilizar o mínimo possível.

Açúcar demerara 

O queridinho das redes sociais, o açúcar demerara é o substituto mais fácil ao açúcar refinado, tem o gosto muito próximo ao açúcar refinado, ele só não passa pelo processo de de branqueamento. Tem menos químicos, mas também é pobre em sais minerais. Também deve ser usado com moderação. 

Açúcar de coco 

O açúcar de coco é mais escuro, mantém as vitaminas e sais minerais, e é obtido através do néctar das flores da palma de coco. Contém inulina, uma importante fibra prébiótica, que além de reduzir o índice glicêmico, também é benéfica para o intestino. Mas tem um forte sabor característico de coco. 

Xylitol/Eritritol 

São adoçantes naturais extraídos das fibras de algumas frutas e vegetais. Tem um sabor bem doce e tem 40% das calorias de um açúcar. Pode ter efeito laxativo e tem um leve sabor residual. 

Muitas opções, não é mesmo? E qual o melhor? O que for consumido na menor quantidade possível.

E lembre-se: o doce não pode ser uma recompensa e nem um consolo.  Numa festa, ou em uma ocasião especial, ok. Mas no seu dia-a-dia, use frutas naturais ou secas, use granolas, elas são o suficiente para tirar de suas papilas gustativas o vício por tanto doce.

Receita de bolo? Receita de biscoitos, sim, são ótimas para o final de semana ou uma ocasião especial. Não deixe que elas contaminem a sua semana ou a de seus filhos. Vá devagar, a vida já é doce por ela mesma…

RECEITINHAS DE FRUTAS AO FORNO COMO LANCHES

BANANA COM CANELA

Pegue uma banana, arte pelo comprido com casca e tudo ( lembre de lava-la bem antes), coloque em uma travessia, polvilhe com canela e leve ao forno convencional por 10 minutinhos, um ótimo lanche, sem nenhum açúcar…

O mesmo você pode fazer com a maçã, a pera , ficam deliciosas e o calor acentua o sabor de cada uma.

Bom Apetite! Bon Appétit! Buon Appetito! Enjoy Your Food!

MARLISE POTRICK STEFANI 

NUTRIÇÃO | GERIATRIA | COACHING | QUALIDADE DE VIDA | GASTRONOMIA