Pinhão, você conhece seus benefícios?

O pinhão, como semente foi muito consumido pelos indígenas a fim de levar energia para suas atividades diárias.

Hoje, o pinhão está presente no inverno do Sul do país, como presença marcante na culinária gaúcha, sempre associado ao frio e ao aconchego das chapas dos fogões a lenha.

Assado, cozido, usado como parte importante dos pratos quentes do inverno, encanta um a um de quem o consome.

Segundo a Embrapa, do ponto de vista nutricional, o pinhão é um alimento rico em calorias. Assim, ele pode ser usado para ajudar no aporte calórico de trabalhadores braçais, atletas, crianças e adolescentes em fase de crescimento.

Por ser rico em fibras, o consumo de pinhão pode trazer diversos benefícios, como prevenir doenças intestinais.

O pinhão é composto por vários minerais, como cobre, zinco, manganês, ferro, magnésio, cálcio, fósforo, enxofre e sódio. Porém, merece destaque no fornecimento de potássio, mineral que ajuda a controlar a pressão arterial.

Ainda no pinhão, são encontrados os ácidos graxos linoleico (ômega 6) e oleico (ômega 9). Estes contribuem para a redução do colesterol no sangue. Por isso, podem ajudar na prevenção de doenças cardiovasculares.

Os resultados parciais da pesquisa da Embrapa, indicam que há diferenças na composição do pinhão cru e do pinhão cozido em água. Isso devido, principalmente, ao aumento na umidade após o cozimento. Uma alteração, que ocorre nesse processo, diz respeito aos minerais. Observa-se que alguns se concentram enquanto outros são perdidos na água de cozimento.

Fonte: Embrapa, 2019

Risoto de Pinhões ao Quatro Queijos

Ingredientes:

300 grs de pinhão cozido, descascado e cortado ao meio

1 colher de alho picado

2 colheres de alho poró

Tempero verde picado

50 grs de manteiga

400 ml de caldo de vegetais

100 grs de arroz arbório

100 grs de queijo muzzarela

50 grs de queijo gorgonzola

100 grs de requeijão light

3 colheres de queijo parmesão

Modo de Preparo:

Refogar os alhos, pinhões e temperos na manteiga.

Adicionar o arroz. Depois o caldo de vegetais.

Por fim, os queijos até dar a textura.

Bom Apetite!

MARLISE POTRICK STEFANI 

NUTRIÇÃO | GERIATRIA | COACHING | 

QUALIDADE DE VIDA | GASTRONOMIA