Lima-da-Pérsia, você conhece os benefícios desta fruta?

Há muitos anos, depois de passar por uma hepatite, fui apresentada a esta fruta tão amada e odiada por indicarem seus benefícios em doenças hepáticas. Na primeira mordida você ama, um gosto suave de laranja com uma leve lembrança do limão, mas quando você morde o bagaço, um amargor marcante se acentua na parte final da sua língua. E você fica ali, morde mais um pedaço para sentir o sabor suave e depois o amargor. Enfim, assim foi o meu primeiro contato com a lima-da-pérsia.

Fico aguardando a época do ano em que elas aparecem e sim, fazem muito bem ao nosso organismo.

Bem, vamos falar um pouco dos seus benefícios, já que nesta época do ano a encontramos facilmente a um bom preço:

Fígado

Rica em vitaminas do complexo B, auxilia na saúde hepática, e, com seus compostos adstringentes, melhora a digestão de gorduras.

Sistema Imunológico

Rica em vitamina C, como a maior parte das frutas cítricas, auxilia no sistema imunológico, prevenindo resfriados.

Envelhecimento

Rica em antioxidantes, melhoram o envelhecimento precoce, combatendo os radicais livres.

Absorção do ferro

Rica em vitamina C e fazendo parte das frutas cítricas, ingerida próximo a refeições pode aumentar a absorção do ferro.

Sistema Cardio-Vascular

Por auxiliar na digestão das gorduras, pode limpar as artérias, prevenindo entupimentos e outros problemas cardíacos.

Como você pode ver, uma fruta tão pouco conhecida pode ser muito benéfica ao nosso organismo. O bom mesmo é comer a fruta, ou tomar o suco, mas aí vai uma receitinha de mousse de lima da pérsia delicioso.

MOUSSE DE LIMA DA PÉRSIA

INGREDIENTES

4 unidades de lima da pérsia

1 pote de iogurte grego light natural

1 lata de leite condensado light

1 lata de creme de leite light

1 envelope de gelatina incolor sem sabor

MODO DE PREPARO

Tirar as raspas da casca da lima. Espremer as frutas em suco.

Dilua a gelatina incolor em água quente.

Bata no liquidador todos os ingredientes.

Coloque em um pote ou em tacanhas e polvilhe as raspilhas por cima.

Sirva gelado.

Bom Apetite! Bon Appétit! Buon Appetito! Enjoy Your Food!

MARLISE POTRICK STEFANI 

NUTRIÇÃO | GERIATRIA | COACHING | QUALIDADE DE VIDA | GASTRONOMIA

Maçã, um lanche para todos os dias!

Uma fruta cheia de fibras, fácil de carregar para um lanche ou mesmo fácil de transformar em um doce saudável, a maçã deve fazer parte do nosso dia-a-dia. 

Faz bem para o cérebro

A maçã posso vitaminas do complexo B, vitamina C e ácido fosfórico, todos funcionam protegendo o sistema nervoso. Rica em quercitina, um antioxidante que previne a oxidação dos neurônios pode ajudar na prevenção de doenças neuro-degenerativas.

Diminui o risco de diabetes 

Os polifenóis presentes na maçã previnem danos nos tecidos das células beta do pâncreas. Elas produzem insulina no corpo e são frequentemente prejudicadas nas pessoas com diabetes tipo 2, por isto pode ser um lanche bem interessante para quem tem propensão a diabetes.

Previne o envelhecimento 

A formação de radicais livres, que provocam o envelhecimento, é minimizada pelos antioxidantes presentes na maçã. Ela também é rica em taninos e flavonoides, que são fitonutrientes que agem como antioxidantes, adstringentes e antiinflamatórios. 

Uma receitinha rápida e saudável da TORTA DE MAÇÃ:

Ingredientes

4 maçãs cortadas em fatias

4 ovos batidos com um pouquinho de açúcar de baunilha e raspas de limão

2 colheres de açúcar mascavo

2 colheres de uva passa

1 colher de café de canela em pó

Modo de Preparo

Colocar as maçãs em um refratário, cobrir com açúcar mascavo, uva passas e canela. Despejar os ovos batidos e levar ao forno por 35 minutos. Pode servir quentinha, uma delícia!

Bom Apetite! Bon Appétit! Buon Appetito! Enjoy Your Food!

MARLISE POTRICK STEFANI 

NUTRIÇÃO | GERIATRIA | COACHING | 

QUALIDADE DE VIDA | GASTRONOMIA

Caqui, você conhece os benefícios desta fruta?

Um grande pé de caqui dividia a minha casa de infância da casa de meu avô. Meu prazer era observar pela janela da cozinha as pequenas bolinhas brilhantes que iam aparecendo na grande árvore todos os anos. O caqui é uma fruta de cor laranja avermelhada conhecida por seu seu sabor adocicado e semelhança ao tomate. Ele pode ser consumido fresco, seco ou cozido e é comumente usado em geleias, bebidas e doces. Mas o que muita gente não sabe é que ele pode trazer muitos benefícios para a saúde, como reduzir a inflamação, prevenir doenças cardiovasculares e fornecer antioxidantes.

A fruta de cerca de 150 gramas contém:

  • Calorias: 118
  • Carboidratos: 31 gramas
  • Proteína: 1 grama
  • Gordura: 0,3 gramas
  • Fibra: 6 gramas
  • Vitamina A: 55% da IDR
  • Vitamina C: 22% da IDR
  • Vitamina E: 6% da IDR
  • Vitamina K: 5% da IDR
  • Vitamina B6 (piridoxina): 8% da IDR
  • Potássio: 8% da IDR
  • Cobre: 9% da IDR
  • Manganês: 30% da IDR

O caqui também contém  tiamina (B1), riboflavina (B2), folato, magnésio e fósforo. Ele é rico em fibras e pouco calórico, o que o torna um aliado na prevenção da obesidade.

Imunidade

Importante para a função imunológica e visão , um caqui contém mais da metade da ingestão recomendada de vitamina A. Além de vitaminas e minerais, o caqui contém uma grande variedade de compostos vegetais, incluindo taninos, flavonoides e carotenoides, que têm função antioxidante, anti-inflamatória e podem prevenir doenças crônicas.

Rico em Fibras

Alimentos ricos em fibras solúveis, como o caqui, retardam a digestão de carboidratos e a absorção de açúcar, o que ajuda a evitar picos de açúcar no sangue.

Além disso, as fibras ajudam a alimentar as “boas” bactérias do intestino, o que pode impactar positivamente sua saúde digestiva e geral e caracteriza a fruta como um alimento prebiótico.

Antioxidantes

Os antioxidantes são substâncias que ajudam a prevenir ou retardar o dano celular, neutralizando o estresse oxidativo, um processo desencadeado por moléculas instáveis chamadas de radicais livres. O estresse oxidativo tem sido associado a certas doenças crônicas, incluindo doenças cardíacas, diabetes, câncer e condições neurológicas, como a doença de Alzheimer. Dietas ricas em flavonoides encontrados em altas concentrações na casca e na polpa desta fruta, têm sido associadas a menores taxas de doenças cardíacas, declínio mental relacionado à idade e câncer de pulmão. A fruta é rica é rico em antioxidantes carotenoides como o beta-caroteno, um pigmento encontrado em muitas frutas e vegetais coloridos.

Anti-inflamatório

Doenças como artrite, diabetes, câncer e obesidade estão todas ligadas à inflamação crônica. Felizmente, a escolha de alimentos ricos em compostos anti-inflamatórios pode ajudar a reduzir o risco de desenvolvimento dessas doenças.

O caqui é uma excelente fonte de vitamina C, contendo 20% da ingestão diária recomendada. A vitamina C ajuda a proteger as células dos danos causados pelos radicais livres combatendo a inflamação. Ela atua por meio da doação de um elétron para as moléculas instáveis, neutralizando os radicais livres e impedindo-os de causarem danos.

Receitinhas com Caqui

Creme de caqui orgânico 

Ingredientes:

2 caquis 

2 colheres de leite em pó desnatado

2 colheres de sobremesa de semente de chia

1 colher de sobremesa de linhaça dourada

Modo de preparo:

Bater no liquidificador para criar um tipo de mousse. 

Servir em tacinhas.

Suco de caqui com limão 

Ingredientes:

1 caqui

Suco de um limão

1/2 copo de água

Canela em pó

Modo de preparo:

Bater no liquidificador e servir. 

Rico em antioxidantes e vitamina C podem ajudar a melhorar a sua imunidade.

Bom Apetite! Bon Appétit! Buon Appetito! Enjoy Your Food!

MARLISE POTRICK STEFANI 

NUTRIÇÃO | GERIATRIA | COACHING | 

QUALIDADE DE VIDA | GASTRONOMIA