SUCO OU FRUTA, QUAL A MELHOR OPÇÃO?

Com a moda da alimentação saudável,  frutas e sucos passaram a fazer parte da nossa dieta e, abençoados por um clima tropical, podemos optar entre deliciosas e coloridas frutas. Na hora da sede, nada melhor do que tomar aquele suco geladinho, mas quando bate aquela fominha fora de hora, logo vem à mente uma deliciosa fruta… Mas qual será a melhor maneira de consumi-las?

   A fruta natural
   Que as frutas fazem bem à saúde, todo mundo sabe. A novidade é que os seus benefícios vêm sendo estudados, e as constatações são surpreendentes. Todas as frutas têm altas doses de nutrientes, mas deve-se levar em conta se elas estão frescas. A partir daí, você escolhe como vai querer, saborear aos pedaços ou em sucos, que ainda hidratam.

   Recomenda-se o uso regular das frutas de todas as maneiras possíveis – sucos, saladas, vitaminas ou a própria fruta até atingir a quantidade de cinco porções/unidades ao dia. Porém, quanto ao benefício das fibras, é melhor o consumo da própria fruta por preservar mais as mesmas para atuação no organismo a nível de funcionamento intestinal.

   Sucos naturais e industrializados
  Os sucos prontos possuem menos nutrientes, pois quando eles passam por qualquer processo de industrialização, muitas de suas vitaminas acabam oxidando. Já o suco feito com a própria fruta, tem os mesmos benefícios desta, ou seja, você absorve integralmente todos os nutrientes. Mas, atenção: para aproveitar todas as vitaminas e sais minerais de forma concentrada, ingira seu suco assim que acabar de prepará-lo. Quando você tira a  casca da fruta, começa um processo de oxidação, o que leva mais rápido à acidificação do suco, por isso o gosto amargo quando você ingere o suco horas depois do mesmo ter sido feito. O processo de ultracongelamento, que é o congelamento rápido, preserva as características da fruta de forma bastante interessante e confiável.

   Outro ponto a considerar é em relação aos utensílios em que os sucos serão preparados, que devem estar limpos e não ser de material poroso ou de alumínio.

   Uma vantagem do suco é que ele põe a sua imaginação para funcionar. É isso mesmo! Você pode ficar misturando as frutas ou mesmo legumes e ingerir vários nutrientes de uma só vez, além de experimentar novos e deliciosos sabores!

As frutas da época
   Na hora de escolher uma fruta ou de preparar seu suco, leve em conta as frutas da época*, que estão mais nutritivas e saborosas. No inverno, as melhores frutas a serem consumidas são as cítricas – como laranja e tangerina, alguns tipos de banana e maçã nacional. As frutas de verão são realmente hidratantes: melão, melancia e abacaxi, podem ser consumidas geladinhas, como sobremesa ou mesmo como lanche intermediário.

   Não importa a maneira como você prefere as frutas – em sucos ou inteiras, o importante é consumi-las!

Aí vão algumas receitinhas saborosas de sucos funcionais:

SUCO DESINTOXICANTE

Ingredientes:

1 folha grande de couve

1 fatia de abacaxi

Raspas de gengibre

Modo de preparo:

Bata com 1 copo de água e beba um copo todas as manhãs.

SHAKE LAXATIVO

Ingredientes:

¾ de xícara (chá) de suco de laranja

½ fatia de mamão

3 ameixas-pretas sem caroço

1 colher (sopa) de farelo de trigo

Modo de preparo:

Bata no liquidificador. Tomar preferencialmente em jejum ou antes de dormir.

DRA. MARLISE POTRICK STEFANI

NUTRIÇÃO | GERIATRIA | COACHING |

QUALIDADE DE VIDA | GASTRONOMIA

HIPERTENSÃO, VOCÊ SABE LIDAR COM ESTE PERIGO QUE CORRE EM SUAS VEIAS?

A hipertensão é considerada a doença do mundo moderno, pois partindo da predisposição, associada a uma vida agitada e aos hábitos alimentares pouco saudáveis seus sintomas começam a surgir lentamente através de dores de cabeça ou simplesmente tonturas, como também só    é descoberta após um infarto ou um derrame.

As estatísticas são alarmantes, no Brasil cerca de 20% dos adultos são acometidos desta doença, às vezes até fatal, e ainda, uma a   cada três pessoas depois dos 50 anos.

Os dados são assustadores, no entanto, é uma doença que pode ser controlada. Para tanto, o primeiro passo é medir a pressão arterial periodicamente, se estiver estiver alta, é bom tomar alguns cuidados   que listaremos a seguir.

O QUE É PRESSÃO ARTERIAL?

A pressão arterial é a força que o sangue exerce sobre as paredes das artérias ao ser bombeado pelo coração. É através do sangue que circula nas artérias que todas as células do nosso corpo são nutridas e oxigenadas.   A hipertensão ocorre quando  a pressão no interior das artérias aumenta, ou porque as artérias perdem a elasticidade ou porque aumenta o volume de sangue circulante, ou ainda pelas duas causas combinadas.

COMO A DOENÇA EVOLUI?

A hipertensão também é chamada de doença silenciosa pois no início não apresenta sintomas. A pressão aumentada vai dilatando os capilares, depois as pequenas artérias, depois as grandes artérias que tem funções vitais no organismo humano. Os resultados são reconhecidos em crises fatais como: derrames, aneurismas, tromboses ou infartos.

QUAIS AS CAUSAS DA DOENÇA?

Pouco se sabe sobre as causas reais da hipertensão. Sabe-se que alterações significativas nos rins, herança genética, stress, nicotina, álcool, obesidade, e pílulas anticoncepcionais são sérios agravantes da doença. Portanto, se você se encaixa em algum destes grupos de risco convém manter um controle periódico de sua pressão a fim de prevenir suas conseqüências.

COMO PREVENI-LA E CONTROLÁ-LA?

Medindo a pressão, não há outra forma de saber se ela está alta ou baixa. A pressão considerada normal é a de 12 x 8. Acima dos 14 x 9 ela já é considerada alta e deve ser tratada.

Para os que estão acima do limite, só há uma alternativa: reformular os  seus hábitos alimentares.

A dieta consiste inicialmente em diminuir as gorduras, sal, álcool e cigarros.

Acompanhar a dieta de exercícios físicos de acordo com as condições físicas do paciente, auxilia no emagrecimento e estimula a circulação  sanguínea.  

O uso de medicamentos pode ser necessário, mas depende de uma avaliação

médica.

O tratamento é simples e eficaz, mas de nada adiantará se o paciente após a melhora, relaxar nos controles alimentares e exercícios físicos. A hipertensão uma vez detectada, é para o resto da vida.

No entanto, se avaliarmos o tratamento, veremos que uma alimentação equilibrada e uma vida saudável afastarão os riscos de agravamento desta doença que faz parte da realidade do mundo moderno criado pelo próprio homem.

RECEITINHA DE UM SAL DE ERVAS

O sal de ervas pode ser utilizado para temperar carnes, aves, peixes e muitos pratos que ganham um sabor incrível sem usar o famoso sal.

INGREDIENTES

1 colher de sopa de orégano

1 colher de sopa de alecrim

1 colher de sopa de manjericão

1 colher de sopa de salsinha seca

½ xícara de sal light

MODO DE PREPARO

Coloque todos os ingredientes no liquidificador e bata bem.

Guarde o sal de ervas em um pote ou vidro bem vedado para evitar umidade. E está pronto para usar, sem produtos químicos, pode ser uma boa alternativa para fugir do excesso de sódio no dia-a-dia. Dica: para marinar aves você pode complementar com pimenta-do-reino branca moída e sálvia fresca, para temperar carnes você pode completar com pimenta-do-reino moída, para temperar peixes você pode completar com limão. Enjoy!

DRA. MARLISE POTRICK STEFANI 

NUTRIÇÃO | GERIATRIA | COACHING | 

QUALIDADE DE VIDA | GASTRONOMIA

ALIMENTAÇÃO DA FAMÍLIA: O PAPEL DA MÃE E DO PAI NOS HÁBITOS ALIMENTARES DOS FILHOS

Sim, a alimentação dos filhos é uma cópia fiel da alimentação dos pais. Observar o pai ou a mãe rejeitando uma salada ou servindo-se de um refrigerante pesa mais do que a frase dada como carinho ou como ordem: “Coma tudinho…” Por isto, como tudo na vida, é bom darmos bons exemplos!

Adoramos quando dizem: “É a cara da mãe” ou  mesmo “Saiu igualzinho ao pai!”. Não só na aparência, mas a família é o primeiro reflexo que desenvolvemos de hábitos e de caráter. Repetimos os atos e atitudes de nossos pais, mesmo que a gente não queira. Na alimentação não é diferente, até no paladar, sofremos a influência dos hábitos de nossa casa.

A criança entende que  o pai ou a mãe estão fazendo tudo sempre de forma correta, pois eles são a sua fonte de sustento, segurança, conforto e conhecimento. É natural que copiem os seus hábitos. Por isto, é importante que os pais se preocupem em ser bons exemplos, escolhendo alimentos coloridos e saudáveis, vão despertar a repetição da criança.

Os pais devem deixar os alimentos industrializados longe da casa. Ter uma cesta de frutas sempre a disposição ( e mostrar as frutas, comer as frutas, principalmente diante dos filhos), passar tarefas simples como lavar as verduras e legumes, ensinar a colocar os legumes no prato de servir de forma lúdica, colorida e receber elogios pelo arco-íris montado vai despertar interesse na criança ou mesmo no adolescente, além de ser um excelente espaço de tempo para conviver em família!

Levar os filhos ao supermercado, solicitando que interajam nas compras é importante, riscando da lista alimentos nocivos, como: salgadinhos, refrigerantes, sucos industrializados, biscoitos recheados e doces em geral. Com certeza estas atitudes simples vão reduzir a ingesta de sódio, açúcar e corantes da família inteira!

E nunca, nunca, nunca use estes alimentos como premiação! Oferecer o doce ou refrigerante no final de semana se a criança se comportar, é uma forma de valorizar mais ainda este alimento/bebida, despertando o interesse e a vontade pelo mesmo.

O final de semana, por termos mais tempo para dedicar a família, pode contar com programas gastronômicos como fazer um bolo, um prato especial, valorizando o momento e incorporando hábitos, e só fará bem a você e seus filhos, não importa a idade de cada um…

DRA. MARLISE POTRICK STEFANI

NUTRIÇÃO | GERIATRIA | COACHING |

QUALIDADE DE VIDA | GASTRONOMIA