Temperos Saudáveis. Como levar saúde e sabor ao seu dia-a-dia?

Dra. Marlise Potrick Stefani

Nutricionista, Especialista e Mestre em Qualidade

Especialista em Alimentação Coletiva

Especialista em Geriatria e Gerontologia

Professora de Cursos de Nutrição e Gastronomia Saudável

Nos dias de hoje a praticidade é tudo, buscamos alimentos prontos, congelados ou de caixinha. Mas nada nos traz o sabor e a saúde que o toque final em uma comidinha de temperos frescos e orgânicos.

O prazer de colher temperos fresquinhos na janela da sua cozinha é indescritível. A experiência de cultivar os próprios temperinhos dentro de casa é gratificante pelo prazer do contato com a terra e pela praticidade de colher o temperinho na hora de cozinhar.

Você só precisa de um pequeno espaço ou vasinhos para poder plantar ervas fresquinhas como:

  • Salsinha ( acompanha todos os pratos salgados, enriquecendo com ferro os alimentos)
  • Cebolinha ou Cebolete ( sozinha ou misturada com a salsinha alegra os olhos em carnes ou legumes)
  • Manjericão ( o suave aroma do manjericão qualifica pratos italianos como pizzas, massas e risotos)
  • Alecrim ( seu sabor e poder bactericida servem para temperar aves e caças aliados ao limão ou vinho branco, também serve com finalização de pratos)
  • Hortelã ( de sabor suave, acompanha tanto pratos exóticos como cordeiro até sobremesas delicadas)
  • Manjerona ( de sabor característico serve para dar sabor a carnes fortes e cozidos)

Você tem um cantinho no quintal ou na varanda do apartamento que pega sol pelo menos algumas horas do dia? É só isto que você precisa.

Se você tiver espaço para fazer um canteiro no jardim ou no quintal, ótimo! Se não tiver, não se desespere: dá para cultivar em vasos e jardineiras também!

Para cultivar hortaliças em vasos ou jardineiras:

1: Encha um terço do vaso ou jardineira com pedriscos para facilitar a drenagem. Lembre-se que os vasos devem ter furos para drenagem no fundo.
2: Coloque no vaso um mix de 2 partes de terra comum, 1 parte de composto orgânico e 1 parte de húmus, enchendo quase até a borda do vaso.
3: Espalhe um pouco de areia.
Como plantar:Para mudas de temperos (salsa, cebolinha, manjerona), posicioná-las de maneira intercalada, em forma de triângulo. Para hortaliças é possível usar mudas também ou plantar a partir de sementes, neste caso, siga as instruções da embalagem. Quando usar mudas, lembre-se de fincar estacas para auxiliar o crescimento vertical, especialmente no caso dos tomates.

Para cultivar ervas em canteiros:

1: Revolver o solo com enxada ou pá, deixando a terra bem solta e fofa.
2: Misturar composto orgânico na terra já bem revolvida e fofa.
3: Usar uma ferramenta chamada ancinho, para alisar os canteiros e dar forma arredondada.
4: Deixar o canteiro 20 centímetros acima do nível do terreno.
5: A largura do canteiro deve ser de no máximo 1,20 m.
Como plantar: Marcar os espaçamentos (as mudinhas devem ficar a dois palmos um do outro). Posicionar as mudas de maneira intercalada, em forma de triângulo, para evitar a erosão. No caso de sementes, misturá-las com areia e espalhar com a mão sobre os sulcos do canteiro da maneira mais uniforme possível. Regar em seguida e pelo menos uma vez ao dia. Se for uma região quente, deve-se regar duas vezes ao dia até as mudas emergirem.