O Ovo, de Vilão a Herói, qual a melhor opção de colocar este rico alimentos em seu dia-a-dia?

Depois de ser o vilão por muitos anos, o ovo ganhou espaço na mesa do café da manhã para controlar a fome e a ingesta de calorias, ou no almoço e jantar, como omelete.

Mas quais os benefícios do ovo?

Rico em vitamina D

Participa da manutenção dos músculos e da saúde dos ossos e do coração.

Antioxidante

Diminui o impacto dos radicais livres nas células e melhora a textura das unhas e do cabelo.

Proteção

A luteína e a zeaxantina, anti-inflamatórios encontrados na gema cozida, protegem a visão e o coração.

Saúde mental

A gema tem uma boa concentração de colina, um nutriente aliado da memória.

Rico em proteínas

Além de atender a todas as necessidades proteicas do nosso organismo, a albumina, presente na clara, atua junto ao sistema imunológico e na formação de hormônios..

O ovo é um excelente alimento, de baixo custo e de alto valor nutritivo, mas como todo o alimento deve ser consumido com moderação. E qual a quantidade ideal de ovos por semana? Ouço muito isto no consultório. A resposta depende de paciente para paciente, se é jovem ou idoso, se é sedentário ou atleta, entre outras variáveis. E o motivo é o teor de colesterol contido na gema, 180mg em cada uma, pode ser utilizado diariamente pelo atleta que necessita do nutriente para síntese proteica e hormonal. Mas pode não ser tão interessante para o idoso portador de dislipidemias.

Também para os atletas  o zinco contido no ovo melhora o sistema imunológico, aliado ao ferro e o ácido fólico, complementa a dieta e garante a qualidade dos músculos. A albumina, proteína de alto valor biológico, contida na clara auxilia na recuperação dos tecidos musculares.

Para o pós-treino, o ovo também pode ser importante, pois é rico em ômega-3 que pode aliviar os processos inflamatórios causados pelo excesso de exercícios.

As receitinhas tradicionais para preparar os ovos são:

OVO FRITO

Use uma frigideira antiaderente ou cerâmica, coloque um pouquinho de azeite de oliva ou nada, ascenda o fogão em chama baixa e coloque o ovo. Não mexer. Pode colocar a tampa para cozinhar mais rápido. 

OVO COZIDO

Para um bom ovo cozido, colocar água em uma panela  e esquentar no fogo. Quando a água ferver, você coloca o ovo com casca dentro da panela e espere. O tempo de espera depende do quanto você quer cozinhar seu ovo. Por exemplo, após cerca de 7 minutos, a clara está cozida e a gema está mole. Após cerca de 13 minutos, o ovo está completamente cozido.

OVO MEXIDO

Bata com um garfo os ovos, sal e pimenta. Mexa bem. Coloque a mistura em uma frigideira antiaderente, em fogo baixo, mexa somente após já terem começado a formar os grumos. Retire do fogo e sirva imediatamente.

OMELETE

Bata em um recipiente o ovo, um pouquinho de leite desnatado com sal e pimenta a gosto por alguns minutinhos. Coloque em uma frigideira antiaderente com umas gotinhas de azeite e tampe. Use fogo baixo para não queimar e vire para dourar o outro lado.

OVO MOLE

Após a água ferver, coloque o ovo cru e espere cerca de 4 minutos. Coloque em um porta-ovo e vá quebrando com cuidado a parte de cima com uma colher de chá. Retire a casca de cima e coma de colher.

OVO POCHE

Em uma frigideira e coloque água pela metade, coloque para ferver com uma colher cheia de vinagre. Quando começar a ferver, quebre o ovo em um recipiente a parte, e coloque na água fervente. Com uma colher vá colocando a água quente em cima do ovo. Cozinhe por 3 minutos e retire o ovo da panela com ajuda de uma escumadeira. Coloque sal e pimenta a gosto.

Gostou das dicas? Agora é só preparar um ovinho para a sua janta, com uma boa salada, é a pedida ideal para quem quer um jantar leve e nutritivo.

DRA. MARLISE POTRICK STEFANI 

NUTRIÇÃO | GERIATRIA | COACHING | 

QUALIDADE DE VIDA | GASTRONOMIA